Defesa do casal Nardoni entra com recurso no Supremo Tribunal Federal

A defesa do casal Nardoni entrou com um recurso no Supremo Tribunal Federal (STF) nesta tarde para a retirada da acusação de fraude processual contra Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, acusados de matar a menina Isabella Nardoni, em março de 2008, em São Paulo. Na época do crime, a garota tinha 5 anos.

iG São Paulo com Agência Estado |

Em entrevista dada na última semana ao iG , o promotor do caso, Francisco Tadeu Cembranelli, afirmou que a defesa está tentando adiar o julgamento de seus clientes .

A acusação foi feita ao casal por suspeita de que eles teriam limpado o apartamento após o crime. Eles aguardam o julgamento presos e afirmam ser inocentes.

Isabella Nardoni em foto de arquivo
O Supremo Tribunal Federal (STF) destacou que o pedido pode adiar a data do julgamento dos réus, marcado para o dia 22 de março no Fórum de Santana, na zona norte.

Isabella morreu ao ser atirada do 6º andar do prédio em que seu pai e a madrasta moravam, na Vila Mazzei, na zona norte da cidade. A menina morava com a mãe, Ana Carolina de Oliveira, e passava finais de semana com o pai e a madrasta.

Alexandre e Anna Carolina estão presos nas penitenciárias de Tremembé, no interior de São Paulo. Eles são acusados de homicídio triplamente qualificado por motivo torpe, meio cruel e impossibilidade de defesa da vítima.

Leia mais sobre: Caso Isabella

    Leia tudo sobre: isabella nardoni

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG