Os advogados do casal Alexandre Alves Nardoni e Anna Carolina Jatobá, Rogério Neres de Sousa, Ricardo Martins e Marco Polo Levorin, protocolaram no fim da tarde de hoje o pedido de habeas-corpus para o casal, no Fórum de Santana, zona norte de São Paulo. O pai e madrasta da menina Isabella Nardoni, de 5 anos, tiveram prisão temporária decretada na quarta-feira.

A menina foi encontrada morta no jardim do prédio onde o casal morava.

Alexandre está preso na 77º Distrito Policial (DP), em Santa Cecília, região central da capital paulista. Já Anna Carolina está detida no 89º DP, no Morumbi, na zona sul. Eles se entregaram à polícia na quinta-feira, um dia depois de o juiz da 2ª Vara do Júri de São Paulo, Mauricio Fossen, decretar a prisão do casal.

Hoje, um dos advogados dos detidos afirmou que a roupa encontrada no apartamento vizinho ao de Alexandre, e que supostamente teria manchas de sangue, é de um pedreiro que trabalha em obra para a irmã do pai de Isabella. "A única coisa que podemos falar é que a roupa não é de Alexandre, mas de um pedreiro que está trabalhando no apartamento ao lado, da irmã de Alexandre (Cristiane)", disse Sousa. Ele afirmou também que não foi confirmado vestígio de sangue na roupa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.