Defesa de Nardoni pode recorrer antes da decisão do TJ

O advogado Marco Polo Levorin, que coordena a defesa de Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá, pai e madrasta da menina Isabella Nardoni, admitiu hoje que cogita recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), antes mesmo da reunião da Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), na próxima Terça-feira. Nessa reunião, outros dois desembargadores da Câmara podem manter ou derrubar a negação de liminar ao pedido de habeas-corpus para a libertação do casal, anunciada hoje pelo desembargador Caio Canguçu de Almeida.

Agência Estado |

De acordo com Levorin, poderão ser usados os mesmos argumentos apresentados pela defesa ao TJ-SP.

O advogado voltou a destacar sua opinião de que o juiz Maurício Fossen, que acolheu o pedido de prisão preventiva em primeira, instância, fez pré-julgamento. Levorin classificou como técnica a análise de Almeida e disse acreditar que o parecer dos demais desembargadores seja favorável à libertação de seus clientes.

    Leia tudo sobre: isabella

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG