Advogados do governador cassado da Paraíba, Cássio Cunha Lima, e de seus aliados encaminharam hoje quatro recursos à Justiça para tentar derrubar a decisão tomada na véspera pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que determinou a posse do senador José Maranhão (PMDB) como novo governador do Estado. Os recursos foram protocolados no próprio TSE e no Supremo Tribunal Federal (STF).

Cássio Cunha Lima pediu no Supremo uma liminar para ficar no governo até o julgamento dos recursos, que contestam a decisão do TSE e pedem a realização de novas eleições para escolha do sucessor de Cunha Lima. Essas eleições seriam realizadas de forma indireta na Assembleia Legislativa. "Ao invés de reabrir o processo eleitoral, de modo democrático, entendeu por bem o TSE entregar à minoria vencida o governo estadual em nova contradição com a Lei Maior (Constituição Federal)", reclamaram os advogados de Cunha Lima no recurso encaminhado ao TSE.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.