Os advogados do governador da Paraíba, Cássio Cunha Lima (PSDB), e de seu vice, José Lacerda Neto (DEM) informaram que já preparam recursos que serão apresentados ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a cassação dos dois. Eles deverão pedir que seja concedida liminar para manter a dupla no governo, após o TSE ter confirmado, ontem, a cassação de Cunha Lima e Lacerda Neto.

“Vou entrar com todos os recursos possíveis”, avisou após o julgamento o advogado e ex-ministro do TSE Peçanha Martins, que defende o vice-governador.

No processo o governador é acusado de abuso de poder econômico e político durante a campanha eleitoral de 2006. Cunha Lima teria se envolvido na distribuição de cheques para a população por meio de um programa assistencial. Pela decisão do TSE, deverá assumir imediatamente o governo da Paraíba o senador José Maranhão (PMDB). As autoridades do Estado deverão ser notificadas oficialmente hoje.

Cunha Lima contesta todas as acusações e já declarou, em entrevista recente, que sua cassação havia sido “um dos maiores erros da Justiça Eleitoral na história do Brasil”. Ontem, procurado, ele não atendeu aos telefonemas. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.