A Defesa Civil vai manter até quinta o estado de atenção no Rio, decretado na tarde de quarta por causa das chuvas. O coordenador de Operações do órgão municipal, major Márcio Motta, explicou ao iG que a cidade precisa ficar atenta a possíveis acidentes porque o escoamento da água está muito lento.

O grande problema é que tem chovido desde domingo, coincidindo com a maré alta de um metro. Então, demora para haver escoamento da água pelo solo, disse.

Motta explicou que ainda é cedo para afirmar que o estado de atenção permanecerá durante a noite de réveillon. Mas lembrou que a meteorologia prevê chuva para o momento da virada. Com certeza vamos manter o estado de atenção até amanhã. Mas é precoce afirmar que isso se estenderá até a noite. Vamos saber disso amanhã ao longo do dia, acrescentou.

O estado de atenção de uma cidade prevê que equipes da Cruz Vermelha, de demolição e Comlurb (para retirada de lixo), entre outras, estejam prontas para atender à população a qualquer momento. É o sinal amarelo da Defesa Civil.

Neste momento, trechos da avenida Brasil, rodovia de grande movimentação, estão alagados e provocam congestionamentos. Um galho de árvore caiu e atrapalha o trânsito na saída do túnel Noel Rosa, em Vila Isabel. Não há relatos de outros transtornos por causa da chuva no Rio, segundo a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros. Os aeroportos funcionam normalmente.

O coordenador de Operações da Defesa Civil recomenda que a população não saia de casa nem do trabalho se tiver conhecimento de previsão de pancadas de chuva. As crianças também não devem brincar nos locais alagados, que podem ter buracos, ou mesmo ser alvo de descargas elétricas, para se evitar tristes acidentes como o do menino que morreu nesta semana , afirmou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.