Defesa Civil conta com tempo bom para ajudar vítimas da chuva no RS

CURITIBA - O tempo melhorou neste início de semana no Rio Grande do Sul. A previsão é de que o sol volte a aparecer, e as temperaturas fiquem amenas, com tendência de elevação. Isso pode facilitar o trabalho da Defesa Civil no atendimento às vítimas das fortes chuvas registradas no estado há quase uma semana.

Agência Brasil |


A Defesa Civil informou que 4.285 pessoas tiveram de deixar suas casas em decorrência das cheias, 4.416 casas foram danificadas e 70  completamente destruídas. Os municípios de Frederico Westphalen, Itaara, Victor Graeff, Ibirubá, Porto Xavier, Santa Maria, Lavras do Sul, Seberi, Ibirapuitã, Herval e Caiçara são os mais atingidos. São 11 municípios em estado de emergência. 

Agência Estado
Menino improvisa uma balsa para se deslocar em uma rua alagada pelas cheias do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira (14). Subiu para onze o número de cidades gaúchas que estão em situação de emergência devido às chuvas que atingiram o Estado na última semana, deixando 2.231 pessoas desabrigadas e mais 2.050 desalojadas, segundo informações da Defesa Civil estadual.
Menino improvisa uma balsa para se deslocar em uma rua alagada pelas cheias do Rio dos Sinos, em São Leopoldo, Rio Grande do Sul, nesta segunda-feira.

Segundo o governo gaúcho, o ministro da Integração, Geddel Lima, confirmou que irá ao Estado nesta terça-feira (15/09) para fazer visitas aos municípios. A expectativa é que ele anuncie o atendimento imediato do pedido de recursos para construção das moradias que foram atingidas. A Defesa Civil já distribuiu mais de 46 mil itens - como telhas, colchões, cestas básicas e kits de limpeza nessas regiões - às vítimas das enchentes.

No último final de semana, foram registrados alagamentos na zona sul de Porto Alegre. De acordo com a Defesa Civil, o avanço das águas do Guaíba desalojou pelo menos 20 pessoas da Ilha do Pavão, e a situação é de alerta devido ao aumento do nível do rio.

AE
Estragos causados pela chuva em São Sebastião do Cai, cerca de 66 km de Porto Alegre ( RS), neste domingo. Muitos desabrigados estão alojados em ginásios da cidade

Estragos causados pela chuva em São Sebastião do Cai neste domingo

Na manhã de desta segunda-feira, técnicos do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) avaliaram a situação de bloqueio na Rota do Sol, onde em alguns trechos  pedras enormes caíram sobre a pista. Quatro estradas ainda têm suas pistas interrompidas pelo aumento do nível dos rios. A RS-486 está interditada desde a noite de sexta-feira (11/09). Até o momento, não há definição sobre a liberação.

As rodovias RS-129 (entre Estrela e Roca Salles), RS-347 (entre Vila Flores e Antônio Prado), RS-130, (entre Cruzeiro do Sul, Mariante e General Câmara) e a RS-441 (entre Guaporé e Vista Alegre do Prata) seguem interditadas devido ao aumento do nível dos rios. A RS-446, que estava parcialmente interrompida no Km 11 por queda de barreira, foi liberada.

O Daer reforça a recomendação aos usuários para que conduzam com atenção redobrada junto a cursos d'água e a encostas, especialmente na Serra.

Leia também

Leia mais sobre: chuvas

    Leia tudo sobre: chuvachuvasdefesa civilrio grande do sul

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG