Defesa Civil aponta 49 mortes por causa da chuva em SC

A Defesa Civil de Santa Catarina informou que chega a 49 o número de mortos em deslizamentos, desabamentos e enchentes decorrentes da chuva no Estado. O número de desabrigados - pessoas que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos - subiu para 14.

Agência Estado |

Reuters
Cidade de Joinville, em Santa Catarina
584 e os desalojados - os que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares - são 7.425. Também subiu para cinco o total de municípios isolados: Rio dos Cedros, Garuva, Pomerode, Itapoá e Benedito Novo.

Várias estradas em território catarinense continuam interditadas por causa de deslizamentos, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Hoje, o governador de Santa Catarina, Luiz Henrique Silveira (PMDB), disse que os deslizamentos de terra são o fator mais dramático das chuvas. "Quatro meses de chuva batida, sem parar, estão dissolvendo a terra e as casas estão desabando", afirmou ele, em entrevista à Rede Eldorado de Rádio.

As constantes chuvas também provocaram o corte no fornecimento de energia elétrica a 160 mil consumidores em Santa Catarina por causa de danos causados à rede ou por motivo de segurança, atendendo a pedido da Defesa Civil, informou hoje a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). A região mais atingida é a de Blumenau, onde há 61 mil consumidores sem luz.

As chuvas devem continuar a atingir o Estado até a quarta-feira, diminuindo a intensidade a cada dia, com o retorno do sol, segundo a Defesa Civil catarinense. Durante este período, são esperados volumes em torno de 5 milímetros e 10 mm a cada seis horas, totalizando de 40 mm a 60 mm em 60 horas. Apesar de diminuir o volume de chuvas, a situação ainda é crítica, pois o nível dos rios continua subindo.

    Leia tudo sobre: chuvas e trânsitoenchentessanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG