BRASÍLIA - A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec) fez um alerta de chuva forte nesta quinta-feira nos Estados de Roraima, do Acre, Amazonas, Pará, Amapá, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, da Paraíba e de Pernambuco.

De acordo com o Centro de Previsão e Estudos Climáticos (Cptec), a presença de áreas de instabilidade tropicais associada à zona de convergência intertropical (Zcit) mantém as condições de pancadas de chuva. Em alguns momentos, a chuva pode ser de forte intensidade e acompanhada de descargas elétricas.

A Defesa Civil orienta a população para o risco de alagamento nas áreas ribeirinhas e deslizamento de encostas. Além disso, recomenda que as pessoas evitem os locais que não ofereçam proteção contra raios e ventos fortes.

Rio Negro atinge marca histórica

O nível do rio Negro, em Manaus, atingiu na quarta-feira a marca dos 29,69 metros. Com isso, a cota de 2009 se igualou à maior da história , registrada em 1953 ¿ ano da pior cheia na cidade desde que o Serviço Geológico do Brasil começou a acompanhar o nível do rio, em 1902. 


Nível do rio Negro atinge marca histórica

Em toda a capital amazonense, mais de 4 mil famílias foram atingidas pela cheia do rio. Os bairros mais afetados são Raimundo e Glória ¿ na zona oeste ¿ e Raiz, na zona sul. Segundo a prefeitura, muitos moradores se recusam a deixar as residências inundadas principalmente porque temem perder a chance de participar do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim).

O programa é feito pelo governo do Amazonas desde 2003 e promove a retirada coordenada das famílias que vivem à beira dos igarapés. Cada uma dessas famílias pode optar em receber uma indenização para compra de outro imóvel ou mudar conjuntos habitacionais construídos exclusivamente para essas pessoas.

Leia mais sobre chuva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.