BRASÍLIA - A Defensoria Pública da União (DPU) vistoria nesta terça-feira o setor de transplante do Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, conhecido como Hospital do Fundão, para verificar se a unidade de saúde tem condições de atender a população.

Há suspeitas de irregularidades no setor de transplantes de fígado do hospital, o que prejudica uma fila de espera de 600 pacientes. Só neste ano, morreram seis pacientes à espera de transplante.

Na semana passada, a Operação Fura Fila da Polícia Federal prendeu toda a equipe médica do hospital responsável por transplantes de fígado, por denúncias de fraudes na fila de espera. Com a operação, foi suspenso definitivamente o serviço e os pacientes foram encaminhados ao Hospital Geral de Bonsucesso.

Ainda nesta semana, a Defensoria Pública da União fará vistoria no Hospital Geral de Bonsucesso para verificar se a unidade tem condições para atender a toda a sua demanda e mais os 600 pacientes encaminhados do hospital do Fundão. 

Leia mais sobre: transplante

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.