Defensoria Pública da União pedirá a retirada do Exército do Morro da Providência

RIO DE JANEIRO ¿ A Defensoria Pública da União vai entrar com uma ação pública para pedir a retirada imediata das tropas militares do Morro da Providência. O pedido será feito pelo titular do Ofício de Direitos Humanos e Tutela Coletiva no Rio de Janeiro, o defensor André da Silva Ordacgy.

Redação |

Segundo ele, o Exército não dispõe de atribuição constitucional para cuidar da segurança pública, não se mostrando apto a exercer tal função, conforme o caso da execução dos três jovens demonstrou.

De acordo com o defensor, será oferecido todo apoio às famílias das vítimas, inclusive no campo da responsabilidade civil, pleiteando-se indenizações em favor das famílias, a serem pagas pela União Federal.

- Cumpre destacar que se trata de um crime contra a dignidade da pessoa humana, pela qual o Governo deveria zelar, ao invés de ser violador da mesma ¿ declarou Ordacgy.

Os familiares das vítimas devem procurar a Defensoria Pública da União na Rua da Alfândega 70, no centro do Rio, das 8h30 às 17h30. Telefone: (21) 2517-3301

Leia também:


Leia mais sobre: violência no Rio


    Leia tudo sobre: defensoria públicaexercitoindenizaçãomortesrioviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG