Decisão sobre punição a pilotos do Legacy que atingiu avião da Gol sai em uma semana

A Agência Nacional de Aviação dos Estados Unidos - a Federal Administration Aviation (FAA) - pediu o prazo de uma semana para que o governo norte-americano se pronuncie sobre o pedido de cassação dos brevês dos pilotos Joseph Lepore e Jan Paladino.

iG São Paulo |

Lepore e Paladino eram o pilotos do jato executivo Legacy que, no dia 29 de setembro de 2006, colidiu com um boeing da Gol provocando danos que acarretaram a desestabilização e a queda do avião. As 154 pessoas a bordo do boeing morreram.

O prazo pedido pela FAA foi feito a comitiva brasileira que foi a Washington para pedir punição pelo acidente. Segundo a assessoria da Associação dos Familiares e Amigos das Vítimas do Voo 1907, os dirigentes da estatal norte-americana alegaram falta de evidências para a não punição dos pilotos do jato

Após analisar o laudo feito no Brasil, entregue pela comitiva brasileira, sobre as condições de voo do Legacy, o vice-presidente da FAA, James W. Whintlow, e o representante do Departamento de Estado Americano, Stephen J. Posivak, afirmaram que vão trabalhar com base nos dados apontados no laudo, endossado em outubro do ano passado pelo Ministério Público. 

Leia mais sobre: Acidente da Gol

    Leia tudo sobre: acidente da gol

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG