O presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, afirmou nesta segunda-feira que tomará decisão sobre eventual filiação a partido político até o dia 2 de outubro. Meirelles estuda a possibilidade de se lançar candidato ao governo de Goiás em 2010.

Indagado se levaria em consideração o pedido que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva teria feito para que ele permanecesse à frente do BC até final de 2010, Meirelles respondeu: "essa é uma opinião e um pedido, evidentemente eu tenho a maior consideração, o maior respeito, não só por ser o presidente de República, mas por ser o presidente com maior índice de aprovação e por ser um amigo pessoal", afirmou.

Meirelles foi deputado federal eleito pelo PSDB em Goiás antes de assumir o Banco Central. Um dos partidos interessados na sua filiação é o PP.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.