Decisão sobre caças será tomada após eleições, diz Jobim

Ministro da Defesa garante que definição ainda sai no governo atual. Militares temem dificuldades nas negociações

Nara Alves e Severino Motta, de Brasília |

O ministro da Defesa, Nelson Jobim, afirmou nesta terça-feira que a decisão sobre a compra dos caças será tomada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva somente após as eleições, que acontecem em outubro. "Ele (Lula) está examinando. A decisão sai após as eleições, mas ainda neste governo", disse.

A afirmação foi feita logo após o desfile de 7 de setembro, em Brasília. Segundo Jobim, Lula analisa o relatório que analisa qual o melhor o modelo do caça dentro da Estratégia Nacional de Defesa. A preferência é pelo caça francês Rafale.

A demora na apresentação da exposição de motivos de Jobim e a consequente convocação do Conselho de Defesa Nacional, que irá apreciar e aprovar a compra, preocupa os militares da Aeronáutica. Eles temem que as eleições e as dificuldades naturais que surgem neste período dificultem as negociações.

Em maio, o ministro justificou a demora na solução do caso por desajustes entre as agendas dele e do presidente. Naquela época, questionado se o tema não estava sofrendo muitos atrasos e poderia ser prejudicado por causa da chegada da Copa e das eleições, Jobim ironizou: "Copa e eleição não tem nada a ver com compra de avião. Ao que eu saiba avião não joga futebol".

    Leia tudo sobre: desfile7 de setembroindependênciaBrasíliacaças

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG