O presidente Luiz Inácio Lula da Silva não escondeu hoje a irritação com o noticiário sobre o aumento dos gastos de custeio do governo federal. Em visita a Manaus, Lula disse considerar falso o debate sobre o tema.

"Falso e medíocre, pequeno", rebateu o presidente, alegando que não é possível sua administração criar, por exemplo, 95 cursos de extensão universitária e 214 escolas públicas técnicas sem contratar mais professores.

"Na medida em que você tem de fazer um atendimento qualificado para a sociedade, você vai ter de contratar mais delegados para a PF (Polícia Federal), mais agentes fiscais para o Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), mais gente para a saúde, mais gente para a educação", afirmou o presidente. "A gente só vai ver a máquina pública funcionar se ela tiver gente motivada, bem remunerada e mais qualificada."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.