SÃO PAULO - Dois famosos apresentadores da televisão brasileira teriam se agredido nesta sexta-feira durante um almoço na churrascaria Novilho de Prata, em Alphaville, Barueri. Em entrevista ao portal Estadao, Gilberto Barros afirmou que se dirigiu à mesa de José Luiz Datena para cumprimentá-lo e, de repente, o colega se levantou e começou a xingá-lo em voz alta.

Ao portal "Estadao" Gilberto Barros afirmou que Datena começou a lhe xingar e empurrar. "Ele gritava coisas horríveis, palavrões, e eu fiquei atordoado". Ele continua, dizendo: "Datena me empurrou e eu caí no chão. Não contente, o filho dele me deu chute, enquanto o Datena ameaçava jogar uma cadeira em cima de mim. Foi quando um senhor de uma mesa ao lado veio me ajudar". Barros ainda diz que tem testemunhas de que ele não fez nada.

O advogado de Datena, Eduardo Leite, disse ao Último Segundo que Gilberto Barros teria se aproximado da mesa de seu cliente para comentar sua participação em um programa da Rede Record, no qual teria avaliado Datena e lhe dado a nota cinco.

Datena contou ao seu advogado que acabou respondendo de forma mais acalorada os cumprimentos de Barros, cuja queda é explicada de forma simples: ele teria, nas palavras do advogado, "avançado" em direção a Datena e, de repente, escorregou e caiu.

O advogado de Datena disse não saber a intenção de Gilberto Barros ao se aproximar dele. Eduardo Leite afirmou também que essa é a única versão para os fatos. "Não teve agressão física, nada aconteceu", afirma.

A churrascaria não quis se pronunciar sobre o caso, dizendo que "não tem nada a comentar". Barros disse ao portal "Estadao" que ainda não sabe se vai fazer boletim de ocorrência ou processar Datena, cujo advogado afirma que seu cliente não tem pretensões de processar Gilberto Barros, mas, se preciso, vai tomar as "atitudes necessárias."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.