O atual presidente da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional São Paulo (OAB-SP), Luiz Flávio Borges DUrso, foi reeleito pela segunda vez ao comando da entidade para atuar no triênio (2010-2012).

Apuração final da Comissão Eleitoral da OAB-SP, divulgada esta tarde, mostra que D'Urso foi eleito com uma margem de 7.209 votos a mais que o segundo colocado na disputa, o advogado Rui Celso Reali Fragoso. O atual presidente angariou 53.887 (36,48%) dos votos no pleito, contra 46.678 (31,6%) obtidos por Fragoso. Dos 186 mil advogados aptos para votar, 147.728 compareceram às urnas.

Em seguida na disputa, figuraram os nomes dos candidatos Raimundo Hermes Barbosa, com 19.364 (13,11%), e Leandro Pinto, 11.643 (7,88%). Os votos em branco somaram 7.452 (5,04%) e os nulos, 8.704 (5,89%). Uma prévia divulgada na noite das eleições, na terça-feira, já indicava que Luiz Flávio Borges D'Urso seria reeleito com 7 mil votos de diferença. O levantamento que foi feito a partir de boletins de urnas da capital e de 180 das 223 subseções do Interior, mostrava D'Urso com 52.518 votos e Rui Fragoso, principal candidato da oposição, com 45.630.

No universo dos dois principais candidatos, são 53,5% dos votos para a situação e 46,5% para a oposição. O comitê de campanha de Fragoso, no entanto, contestou os números apresentados pelo adversário e afirmou que sua contagem paralela, nas urnas da capital e de 116 das 223 subsecções do Interior, registrou vantagem de 2,2 mil votos a seu favor.

No final da tarde de ontem, membros das chapas oponentes à de D'Urso já reconheciam a derrota. O atual presidente da OAB-SP recebeu cumprimentos por telefone de integrantes das três chapas que o desafiavam no pleito. Mais cedo, durante a divulgação do primeiro boletim da OAB-SP, às 15 horas, o advogado Alberto Lopes Mendes Rollo, que compõe a chapa de Rui Celso Reali Fragoso como candidato a conselheiro federal, cumprimentou o advogado Marcos da Costa, candidato a vice-presidente da chapa de D'Urso pela vitória.

Leia mais sobre OAB-SP

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.