Dantas permanece calado diante do juiz De Sanctis

SÃO PAULO - O sócio-fundador do grupo Opportunity, Daniel Dantas, o ex-presidente da Brasil Telecom Humberto Braz e Hugo Chicaroni, acusados de corrupção ativa no processo que resultou das investigações da Operação Satiagaha, permaneceram em silêncio durante a audiência conduzida nesta quinta-feira pelo juiz Fausto Martins De Sanctis, na 6ª Vara da Justiça Criminal, em São Paulo.

Agência Estado |

AE
Daniel Dantas ao chegar para prestar depoimento
Dantas ao chegar para prestar depoimento
A informação é da assessoria de imprensa da Justiça, que explicou que os três tiveram oportunidade de se pronunciar, mas decidiram ficar calados.

O depoimento do delegado Victor Hugo Rodrigues Alves, a primeira testemunha de acusação no caso a ser ouvida hoje, começou por volta das 11h30. Em seguida, serão tomados os depoimentos do delegado Protógenes Queiroz e do escrivão da Polícia Federal Amadeu Ranieri Bellomusto. Dantas, Chicaroni e Braz vão acompanhar esses depoimentos.

Depoimento na CPI das Escutas Clandestinas

Em depoimento na CPI, Dantas negou ter contratado a empresa Kroll para fazer escutas telefônicas ilegais ( saiba mais ) e acusou o diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Paulo Lacerda, de articular a Operação Satiagraha, da Polícia Federal, como represália à divulgação de um suposto dossiê que o banqueiro teria divulgado contra Lacerda. As informações, divulgadas pela revista Veja, mostrariam supostas contas de Lacerda no exterior.

Em novembro do ano passado eu fui informado de que existia uma operação encomendada na PF contra mim. Eu não dei muita importância. O que diziam é que teria sido pedido pelo doutor Paulo Lacerda como represália por ele achar que eu era o responsável por ter entregue a uma revista um relatório de contas no exterior, disse.

Dantas negou que fosse o responsável pelo dossiê e informou que mandou interlocutores para falar com Lacerda para negar a informação veiculada. Eu fiz vários desmentidos e mandei carta ao doutor Paulo Lacerda negando que fui o responsável por este material, afirmou.

(*com informações do Congresso em Foco)

Hoje!

Leia também:


  • Leia mais sobre:
    Operação Satiagraha

    • Leia tudo sobre: operação satiagraha

      Notícias Relacionadas


        Mais destaques

        Destaques da home iG