Danny Glover visita o Museu da Escravidão de Cuba

O ator americano Danny Glover visitou em Cuba o museu dedicado aos escravos levados para ilha pelos colonizadores espanhois, informou a imprensa local nesta terça-feira.

AFP |

"Mesmo que eu venha dos Estados Unidos, a memória histórica da escravidão vista através desta experiência me proporciona um sentido de pertencer a este lugar", declarou o ator de 63 anos.

Glover se encontra em Cuba junto ao também ator americano Harry Belafonte, o pesquisador cultural James Early e o escritor e documentalista Saul Landau, que participaram da inauguração da Casa do Cinema do Caribe em Havana.

"Fico emocionado por estar aqui e conhecer as rebeliões e resistência", acrescentou o artista, ativista dos direitos humanos.

O Museu Nacional da Rota do Escravo foi inaugurado em junho passado pelas autoridades do governo cubano e da Unesco.

Acadêmicos acreditam que entre os séculos XVI e XIX chegaram a Cuba cerca de 1,3 milhão de escravos de várias etnias africanas, que tiveram um forte impacto sobre a sociedade cubana.

mis/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG