Nova Délhi, 27 ago (EFE).- O líder espiritual tibetano, o dalai lama, decidiu cancelar sua agenda de compromissos nas próximas três semanas, incluindo as viagens ao exterior, devido a uma ligeira indisposição, segundo um comunicado divulgado hoje pelas autoridades tibetanas no exílio.

"O dalai lama experimentou um certo mal-estar nos últimos dias.

Seus médicos o atribuíram ao fato de que está exausto, e lhe recomendaram que cancele seus compromissos por enquanto", diz a nota.

O Governo tibetano informou que as visitas previstas pelo dalai lama ao México e à República Dominicana foram suspensas.

Os médicos recomendaram ao líder espiritual que "complete os testes médicos que começou a realizar este mês em Mumbai", embora não tenha especificado a natureza destes exames.

O dalai lama levou a cabo durante os últimos anos numerosos atos públicos, assim como aulas de filosofia budista abertas a todos os públicos, especialmente na Índia.

Além disso, visitou este ano vários países, como Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos e França.

Um porta-voz do líder espiritual tibetano explicou recentemente à Efe que este ano o Dalai Lama "teve uma grande quantidade de compromissos, que só fizeram crescer" desde a revolta tibetana que teve início em março. EFE amp/gs

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.