Areia abre Semana da Crítica de Cannes - Brasil - iG" /

Curta brasileiro Areia abre Semana da Crítica de Cannes

Cannes (França), 16 mai (EFE) - O amor, a memória e o espaço são três dos componentes essenciais de Areia, curta-metragem do diretor brasileiro Caetano Gotardo, que abriu na quinta-feira em Cannes o festival paralelo Semana da Crítica.

EFE |

"É um filme sobre uma situação muito simples", que reúne "uma mulher e um menino na praia", mas é como uma forma de concretizar uma memória, disse o cineasta à Agência Efe.

A protagonista, a mulher, "revive a memória", acrescentou o artista.

Muito interessado no tema, sobre o qual "tenta trabalhar há muito tempo", o diretor pensa que há uma relação muito forte entre a memória e a natureza do filme, porque as imagens, de alguma maneira, ficam guardadas" nele.

Existe uma relação entre "as imagens da memória, que se constroem e reconstroem em nossa mente", e o cinema, que "sempre foi parte do universo da memória", disse o autor deste filme de 35 minutos.

Ao mesmo tempo, acrescentou, "é algo que pode voltar a ver". O filme é como sua protagonista feminina, que "tenta ler de novo a situação vivida há muitos anos".

A exibição de sua fita foi seguida em Cannes pelo filme de abertura da Semana, "Les sept jours", de Ronit e Shlomi Elkabetz.

O jovem diretor acrescentou que ver seu trabalho selecionado em Cannes "foi uma grande surpresa", porque só foi comunicado dois dias antes do anúncio oficial à imprensa. Caetano Gotardo sabe todos os filmes brasileiros que estão na mostra, desde "Blindness", de Fernando Meirelles, a Walter Salles, com "Linha de Passe", junto com Daniela Thomas.

Além disso, lembrou que na seção oficial "Un Certain Regard" ("Um Certo Olhar") está "A festa da menina morta", de Matheus Nachtergaele, e quatro curtas em outras seções, um na Cinéfondation, outro fora da seção oficial do festival; dois na Semana e um na Quinzena dos Produtores, a outra seção paralela.

"Isto é muito importante, porque os cineastas brasileiros vêm este ano a Cannes como parte de uma cinematografia, não é só um filme solto; é como um grupo que vem", comentou.

Leia mais sobre: Festival de Cannes

    Leia tudo sobre: festival de cannes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG