Curta brasileiro é premiado em Cannes

O curta-metragem Muro, do brasileiro Tião, recebeu na noite de sexta-feira o prêmio Regard Neuf (Olhar Novo), da Quinzena de Realizadores do Festival de Cannes.

Redação com AFP |

"Muro", com duração de 18 minutos, é o segundo curta do brasileiro de 25 anos, cujo nome verdadeiro é Bruno Bezerra, depois de "Eisenstein", dirigido junto com Raul Luna e Leonardo Lacca. Filmado no sertão de Pernambuco, com apoio do governo do Estado e da prefeitura do Recife, o curta é marcado pelo experimentalismo e pela narrativa pouco usual.

O júri responsável pela premiação considerou o filme "o mais audacioso" dos 11 selecionados para a Quinzena. Escrito também por Tião, o roteiro fala da alma e do vazio como um "deserto em expansão". Entre os dez atores do curta, estão Inaê Veríssimo, Maria Nadir, José Humberto, Renata Lima e Antônio Edson. A fotografia é de Pedro Urano, enquanto a montagem e o som ficaram a cargo de João Maria e Nicolas Hallet, respectivamente.

Com informações da EFE

Leia mais sobre: Festival de Cannes

    Leia tudo sobre: festival de cannes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG