Cúpula do PMDB isola Garibaldi na disputa pela presidência

BRASÍLIA - O presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), está sendo isolado pela cúpula de seu partido das negociações sobre a eleição para sua sucessão.

Severino Motta - Último Segundo/Santafé Idéias |

Dizendo que mantém sua candidatura, a não ser no caso de um pedido de sua legenda, Garibaldi disse que não recebeu, nos últimos dias, nenhum telefonema dos líderes correligionários, que articulam, junto ao presidente Lula, o nome do senador José Sarney (PMDB-AP) para o comando do Senado.

"Não me ligaram, ninguém me disse mais nada, acho que é por causa das férias", lamentou ele, se referindo ao líder da sigla no Senado, Valdir Raupp (RO), à líder do governo no Congresso, Roseana Sarney (PMDB-MA) e ao próprio José Sarney. 

Na próxima semana o PMDB deve se reunir com o presidente Lula para discutir a candidatura à presidência do Senado. A reportagem apurou que o evento deve definir Sarney como nome do partido para a vaga ¿ que é preferido por Lula frente a Garibaldi.

Leia mais sobre: sucessão no Senado

    Leia tudo sobre: garibaldi alvessenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG