Cunhada de Polanski fala do apoio dado por Sarkozy

A atriz francesa Mathilde Seigner, cunhada do cineasta franco-polaco Roman Polanski, a quem o ministério suíço da Justiça autorizou colocar em liberdade sob fiança, afirmou nesta quinta-feira que o presidente francês Nicolas Sarkozy foi um grande apoio.

AFP |

"Não dirigia que foi graças ao presidente que Roman foi libertado, mas ele foi genial. E o apoiou muito", afirmou a atriz ao jornal Le Parisien. "O presidente foi muito eficaz", acrescentou.

Mathilde é irmã da companheira do cineasta, a também atriz e cantora francesa Emmanuelle Seigner.

O caso Polanski gerou vivas reações na França, principalmente na esfera artística, onde foi amplamente defendido.

sb/gc/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG