Cunha decreta estado de calamidade pública

A Prefeitura de Cunha, no Vale do Paraíba, decretou nesta terça-feira estado de calamidade pública devido aos alagamentos causados pelas fortes chuvas ocorridas no dia 29 de dezembro, segundo informações da Defesa Civil do Estado de São Paulo.

Agência Estado |

O temporal causou seis mortes na cidade em razão de um deslizamento de terra que soterrou uma casa, além de provocar várias quedas de barreiras nas estradas.

A Defesa Civil trabalha nas buscas por trilhas rurais a fim de facilitar a locomoção dos moradores. Foram afetadas 500 pessoas, sendo que 20 estão desabrigadas e foram levadas para abrigos do município. Outras 75 acabaram indo para casas de parentes e amigos.

Após dois dias de isolamento, a cidade de Cunha teve o acesso liberado por volta das 18 horas de sábado, quando recuaram as águas do Rio Jacuí, que ficou cinco metros acima do normal. Na zona rural, pelo menos 80% dos bairros ficaram isolados.

Desde o dia 29 de dezembro, chuvas fortes vêm atingindo a região do Vale do Paraíba e, por conta disso, 18 cidades sofrem as consequências também no litoral norte, Serra da Mantiqueira e Região Bragantina.

Estão em situação de emergência, segundo a Defesa Civil, São Luiz do Paraitinga, Caieiras, Manduri, Bofete, Oscar Bressane, Getulina, Caiuá, Santo Antônio do Pinhal, Franco da Rocha, Osasco, Mirassol, Guaratinguetá e Inúbia Paulista.

Leia mais sobre: chuva

    Leia tudo sobre: chuvachuvascunha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG