Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

CSN abre mão de controle da Cimpor, eleva preço em 7,5%

SÃO PAULO, 12 de fevereiro (Reuters) - A Companhia Siderúrgica Nacional decidiu abrir mão de ter o controle da cimenteira portuguesa Cimpor, optando por condicionar sua oferta à obtenção de um terço das ações da empresa. A CSN ainda elevou em 7,5 por cento o preço da proposta, para 6,18 euros por ação. A decisão acontece depois que Votorantim e Camargo Corrêa acertaram acordos com acionistas da Cimpor em que obtiveram parcelas significativas da empresa, criando barreiras para à entrada da CSN.

Reuters |

O grupo brasileiro mais conhecido por suas operações de produção de aço condicionava seus termos anteriormente à obtenção de 50 por cento mais uma ação ao preço de 5,75 euros por papel.

As ações da cimenteira portuguesa, uma das 10 maiores do mundo e terceira maior produtora de cimento do Brasil, disparavam sete por cento após o anúncio da CSN, para 5,88 euros por ação.

Já os papéis da CSN recuavam 2,84 por cento, enquanto o Ibovespa mostrava perda de 1,02 por cento. Na véspera, analistas previram que o papel da empresa poderia sofrer caso a companhia elevasse o preço diante de uma eventual pressão maior sobre suas finanças.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG