Cruz das Almas-BA tem 300 feridos por causa de fogos

Guerra de fogos, tradicional na cidade em festas juninas, tem feito ferimentos graves

AE |

A Santa Casa de Misericórdia de Cruz das Almas (BA) já registrou este mês 300 feridos por causa dos fogos de artifício. Em junho do ano passado, 220 pessoas tiveram ferimentos causados por fogos na cidade localizada a 146 quilômetros de Salvador.

AE
"Guerra de espadas" na cidade baiana de Senhor do Bonfim

A maior parte dos feridos deu entrada na unidade com queimaduras leves e pequenos traumas causados pelo impacto das chamadas "espadas" - fogos feitos com bambu, pólvora e limalha de ferro que são atirados contra o solo e ganham impulso pela queima da pólvora.

Três pessoas, porém, sofreram ferimentos mais graves, segundo o hospital. Uma perdeu a mão direita e outra teve de amputar quatro dedos. Um paciente, ainda internado, sofreu queimaduras no rosto e corre o risco de perder a visão.

Dos feridos, 193 foram atendidos entre a tarde de quarta-feira e a quinta-feira, período que marcou a abertura oficial da "guerra de espadas" - evento tradicional da cidade na época de festas juninas. Por causa do risco envolvido na brincadeira, a prefeitura de Cruz das Almas disponibiliza ruas para a atividade em horários restritos. As comemorações na cidade seguem até terça-feira, dia de São Pedro.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG