Cronograma no Araguaia deverá ser cumprido

A Secretaria Especial de Direitos Humanos (SEDH) fez hoje mais uma tentativa de adiar o início dos trabalhos da comissão técnica criada pelo Ministério da Defesa para buscar os corpos dos mortos e desaparecidos políticos no Araguaia. Apesar da polêmica entre Defesa e SEDH, que quer indicar mais pessoas para participar dos trabalhos, o cronograma será cumprido.

Agência Estado |

Nesta quarta-feira será realizada em Marabá, Pará, no 23º Batalhão Infantaria de Selva (BIS), a primeira reunião do grupo criado pelo Ministério da Defesa, por determinação da Justiça. Na reunião será definido quando e como serão realizadas as visitas às áreas já mapeadas pelo Exército.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG