Crítica: riqueza de criatividade no espetáculo de Aurélia Chaplin

BRASIL ¿ O despertador toca. Ela, então, adormece. Eis que desperta, transbordando criatividade, o universo onírico. E no mundo dos sonhos que preenche nossos olhos e espírito de imagens poéticas e um cálido humor, L Oratorio D Aurélia (O Oratório de Aurélia) traz à cena uma ordem toda peculiar para o desenrolar dos acontecimentos, uma ordem que segue o signo da inversão.

Michel Fernandes, especial para o Último Segundo |

Leia a crítica completa no Aplauso Brasil .

    Leia tudo sobre: aplauso brasil

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG