intervenção do presidente Lula junto à base governista no sentido de dar apoio à manutenção do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), desmoraliza o Congresso. De acordo com ele, a Casa precisa ¿dar um grito de independência¿ ou vai virar uma subsidiária do Executivo." / intervenção do presidente Lula junto à base governista no sentido de dar apoio à manutenção do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), desmoraliza o Congresso. De acordo com ele, a Casa precisa ¿dar um grito de independência¿ ou vai virar uma subsidiária do Executivo." /

Cristovam diz que intervenção de Lula desmoraliza Congresso

BRASÍLIA - O senador Cristovam Buarque (PDT-DF) disse nesta quinta-feira que a http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/07/02/de+olho+na+alianca+pt+pmdb+lula+se+reune+com+sarney+e+lideres+petistas+7077914.html target=_topintervenção do presidente Lula junto à base governista no sentido de dar apoio à manutenção do presidente da Casa, José Sarney (PMDB-AP), desmoraliza o Congresso. De acordo com ele, a Casa precisa ¿dar um grito de independência¿ ou vai virar uma subsidiária do Executivo.

Severino Motta, repórter em Brasília |


Queria alertar que o mais grave de tudo é a desmoralização do Congresso (...) Antes de [Sarney] pedir a licença, se ele não quer e tem direito de não querer, ele que por favor, defenda essa Casa, que se comporte como presidente desta Casa, e não deixe que o presidente da República nos trate como um ministério que pode ser nomeado ou demitido por telefone, disse.

Cristovam voltou a defender o afastamento temporário de Sarney enquanto durarem as investigações. Segundo ele, caso o peemedebista fique no cargo os resultados seriam descredibilizados pela opinião pública.

Debate acalorado

Quando Cristovam falou do afastamento de Sarney, o senador Heráclito Fortes (DEM-PI), primeiro-secretário da Casa, se irritou com o pedetista. Ele disse que o parlamentar quer posar de ético e jogar a culpa da crise no colo de poucos. O Democrata lembrou que quando Cristovam apresentou propostas para a moralização da Casa fez junto com o chamado "grupo dos éticos".

Vossa Excelência está próxima de ir ao céu, mas não subestime seus companheiros pecadores que estão tomando atitudes para combater a crise, disse ele, se referindo à Mesa Diretora da Casa.

Heráclito foi além e disse : Todos participamos de todos os erros.
Querer jogar só numa pessoa a culpa não é correto. A culpa é do colegiado, se todos erraram a culpa é de todos, pois quem não era do colegiado (Mesa) foi omisso. Não vamos querer ser mais certos, ou menos certos.

Ao ouvir o desabafo, Cristovam disse que quando enviou propostas para a moralização do Senado através do chamado grupo dos éticos não se sentiu confortável com tal denominação. Disse que, para ele, era um grupo de preocupados.

Leia também:

Leia mais sobre José Sarney

    Leia tudo sobre: ato secretocristovam buarquelulasarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG