Um menino de seis anos morreu nesta ontem na cidade de Lambari, no sul de Minas Gerais, por complicações após ter sido picado por um escorpião. A demora para receber o soro pode ter sido a causa da morte.

A criança passeava de bicicleta com seu pai quando, ao passarem por um lixão da cidade, pegou um brinquedo no chão, onde o inseto estava escondido, e acabou picado.

O pai conta que levou a criança imediatamente ao Pronto-Socorro do hospital Vicente de Paula, mas seu pedido de urgência não foi atendido. "O menino foi picado às 14h30 e ele só foi atendido quase às 18h. Ele sentia muita dor", conta o pai.

O menino só recebeu a aplicação do soro indicado por volta das 20h. A cidade de Lambari não tinha nenhuma dose disponível e o remédio teve de ser buscado em Varginha, distante 78 quilômetros.

O motorista da prefeitura só teria saído de Lambari depois das 18h, quando o médico de plantão teria expedido a receita. Mesmo medicada, a criança piorou e foi transferida para um hospital de São Lourenço, onde faleceu.

A secretária de Saúde de Lambari, Dinorá Natalici, foi procurada para esclarecer a razão da demora de cerca de três horas entre a chegada do menino ao hospital e a ordem para se buscar a medicação. Ela viajou e só atenderá a imprensa na segunda-feira.

Uma atendente do hospital disse que a secretária garantiu que a demora do atendimento será investigada.

Leia mais sobre escorpião

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.