BELO HORIZONTE - Um menino de 4 anos é a 28ª vítima das enchentes que assolam Minas Gerais desde setembro do ano passado, segundo boletim divulgado nesta quinta-feira pela Defesa Civil do Estado. Gênison Romualdo Ventura morreu soterrado dentro de sua casa na cidade de Nova Belém, na terça-feira.

Ainda de acordo com o órgão, mais cinco municípios mineiros decretaram situação de emergência em razão das enchentes. Com isso, o número de cidades nessa condição subiu para 125.

Segundo a Defesa Civil mineira, 176 cidades foram afetadas de alguma forma pelas chuvas, prejudicando 834.594 pessoas. Desse total, 89.555 continuam desalojados - os que podem contar com ajuda de vizinhos e familiares - e 9.744 permanecem desabrigados - pessoas que perderam tudo e precisam dos abrigos públicos.

No Rio grande do Sul, a Defesa Civil confirmou a segunda morte em razão do temporal que atingiu o sul do Estado na madrugada desta quinta: uma criança, de 1 ano e meio, morreu no município de Capão do Leão. A outra morte, de Vilmar da Silva Grillo, de 55 anos, foi registrada na cidade de Turuçu. Segundo a Defesa Civil Estadual, outras quatro pessoas estão desaparecidas no distrito de Hidráulica, na região de Capão de Leão.

Previsão do tempo

A Secretaria Nacional de Defesa Civil (Sedec), do Ministério da Integração Nacional, enviou alerta de chuva forte às defesas civis dos Estados de Goiás, Amazonas, Paraná, Pará, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Amapá, Rondônia, Acre, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Distrito Federal. O alerta é válido até o fim desta quinta-feira.

As pancadas de chuva podem ser acompanhadas de descargas elétricas e de ventos com velocidades entre 40 e 60 km/h, principalmente nas regiões oeste, noroeste, centro-sul e Triângulo Mineiro.

Os alertas preventivos emitidos para Rondônia, Pará, Acre, Amapá, Mato Grosso e Rio de Janeiro foram baseados em informações do Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec). Os demais alertas tiveram como base as informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) e do Cptec.

Leia mais sobre: chuvas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.