Criador do RBD nega que separação do grupo seja marketing

MÉXICO ¿ O produtor mexicano Pedro Damián, criador do grupo RBD, negou hoje que o anúncio sobre a separação da banda seja uma estratégia de marketing, já que, segundo disse, seus integrantes não precisam desse tipo de divulgação.

EFE |

"Eles não precisam dessa promoção. Eles vendem muito, vão bem no mundo todo. É um grupo que agora está no topo", declarou Damián à imprensa.

O produtor afirmou que o RBD se separou porque seus componentes estão em busca de realizações pessoais.

"O grupo está ativo, muito forte mundialmente para dizer adeus. É um momento de transformação e é uma conseqüência natural do crescimento. Não há razões específicas. Alguns dizem que é por dinheiro, que é por amor, mas isso são só rumores", esclareceu.

Damián também disse que a separação foi ao mesmo tempo dolorosa, tanto para os integrantes do grupo como para os fãs, como necessária, já que é hora de que cada um seguir seu próprio caminho.

O produtor lembrou que, além da turnê de despedida, o RBD ainda deve gravar um disco de estúdio.

Sobre o filme com a banda que sairia do papel, o mexicano disse que ainda não sabe o que vai acontecer com o projeto.

"Estou um pouco triste com isso, mas o que posso fazer? Já estava trabalhando em um roteiro muito bom, mas vejamos o que acontece".

O RBD, que surgiu em 2004, é composto por Anahí, Dulce María, Christopher Uckerman, Mayte Perroni, Alfonso Herrera e Christian Chávez.

Leia mais sobre: RBD

    Leia tudo sobre: rbd

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG