Cresce registro de casos de diarreia em hospitais de SP

Os hospitais particulares mais tradicionais da capital paulista têm registrado aumento no número de atendimentos a pacientes com diarreia e vômito. Em parte dos casos foi constatado que adultos e crianças estiveram em praias como as do Guarujá, onde um há um surto de diarreia, com cerca de 2 mil pessoas doentes desde dezembro.

Agência Estado |

No Hospital Sírio-Libanês, o movimento no pronto-atendimento aumentou 200% em relação ao início de 2009. Desde o dia 1º, pacientes com fortes dores abdominais, diarreia e vômito também têm procurado as unidades do Samaritano. O pediatra da instituição, Gerson Matsas, diz que as prováveis causas são a contaminação da água e a ingestão de alimentos estragados, principalmente de quem chegou do litoral. “O risco maior é a desidratação.”

As mesmas queixas também foram registradas no Hospital Beneficência Portuguesa. Na primeira semana de 2010, o número de crianças atendidas aumentou 50% em relação ao mesmo período de dezembro de 2009. Nove em cada dez pacientes tinham diarreia e a grande parte havia passado as festas de fim de ano no litoral. O Hospital São Camilo, na Pompeia, observa aumento no movimento no pronto-atendimento de 70% em relação ao ano passado.

Litoral

No Guarujá, autoridades informaram que foi detectado surto de diarreia na Praia das Pitangueiras. O Litoral Norte também está afetado. Em Ubatuba, do dia 1º até ontem, 469 pessoas deram entrada em postos. As informações são do Jornal da Tarde.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG