Cremesp recebe 12 denúncias por dia contra médicos

Todos os dias, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) recebe 12 denúncias contra médicos, média de uma a cada duas horas. No último estudo realizado pela entidade, o diagnóstico não foi bom.

Agência Estado |

Enquanto as denúncias cresceram 110% em seis anos, o número de médicos cadastrados aumentou 26% no período, o que indica que o aumento de erros denunciados foi bem maior do que a população de profissionais.

A maioria das queixas é arquivada (65%) antes de virar processo. Os seguros contra erros médicos servem apenas para as denúncias que chegam à Justiça e transformam-se em processos cíveis ou criminais. Mas pesquisa feita em 2006 pelo Cremesp mostrou que o arquivamento também é predominante no Judiciário. Foram 353 ações estudadas e 54% foram julgadas improcedentes. As indenizações pedidas variaram entre R$ 11 mil a R$ 4 milhões.

“São muitos fatores que levam ao aumento das denúncias”, afirma o advogado consultor em seguros para médicos, Felippe Moreira Paes Barreto. “As pessoas estão exercendo mais a cidadania e existe ainda a indústria do dano moral, pessoas que processam somente visando o lucro.” É nesse cenário que os corretores encontram argumentos para justificar que os médicos ficam sem opções para se defender das acusações em processos infundados. As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG