Crédito mostra recuperação por média diária em novembro

BRASÍLIA (Reuters) - As novas concessões de crédito oferecidas pelo bancos no país caíram 9,4 por cento em novembro na comparação com o mês anterior, impactadas por um menor número de dias úteis, mostraram números do Banco Central nesta terça-feira. Na comparação pela média diária, as concessões de crédito aumentaram 4,2 por cento no mês passado, sinalizando uma recuperação do financiamento após a forte retração de 7,3 por cento em outubro verificada em meio ao agravamento da crise financeira global.

Reuters |

A aparente retomada do volume do crédito ocorreu a despeito de uma elevação dos juros e do spread bancário.

O juro médio cobrado pelos bancos aumentou 1,2 ponto percentual, para 44,1 por cento em novembro. No mesmo período, o spread --que mede a diferença entre as taxas de captação e de aplicação dos bancos-- teve elevação de 1,9 ponto, para 30,3 pontos percentuais.

O estoque de crédito no país cresceu 2 por cento em novembro para 1,209 trilhão de reais, o equivalente a 40,3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

(Reportagem de Isabel Versiani)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG