Chuva provocou rachaduras na pista e buraco de cerca de 50 metros de profundidade. PRF pede atenção redobrada no desvio

A abertura de uma cratera de cerca 50 metros de profundidade interditou totalmente a rodovia BR 060, importante via que liga Brasília a Goiânia, na noite de terça-feira.

Cratera fechou os dois sentidos da rodovia, que não tem previsão para ser liberada
AE
Cratera fechou os dois sentidos da rodovia, que não tem previsão para ser liberada

De acordo com informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), chovia forte na tarde de terça-feira e, por volta das 17h, foram notadas rachaduras na rodovia, na altura do km 24. Horas depois, a pista cedeu no sentido Goiânia. O sentido Brasília também precisou ser interditado por conta de rachaduras.

A pista deve ser liberada até sexta-feira, segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit).

O tráfego no sentido Brasília será direcionado para a pista antiga, desativada desde a duplicação da rodovia. No sentido Anápolis, será pavimentado um pequeno trecho em pista lateral, no lado oposto ao do rompimento do aterro.

A recuperação total da pista danificada pelo rompimento de aterro será realizada em até 180 dias, como obra emergencial. A decretação da emergência para recuperação do trecho deve ser publicada no Diário Oficial da União (DOU) até o final desta semana.

Até as 15h desta quarta-feira, o motorista tinha como rota alternativa entre a capital federal e a capital goiana as rodovias BR-070 (Brasília-Cocalzinho) e a BR-414 (Cocalzinho-Anápolis). Estas opções aumentam a distância em 28 quilômetros.

A rodovia, no entanto, também está com problemas, nesta quarta-feira, na altura do km 117,8, entre as cidades de Anápolis e Goiânia, por conta do transbordamento de um córrego que invadiu e alagou a pista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.