CPI rejeita abertura total de informações sobre cartões

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Cartões Corporativos rejeitou hoje, por 11 votos a sete, o pedido à Casa Civil de informações completas sobre os cartões corporativos expedidos desde 2002, com a identificação de todos os titulares, registro de gastos efetuados e cópias de notas fiscais. Também foi negado o requerimento de informações à Visanet e à Redecard sobre os termos dos contratos firmados com o governo federal para concessão dos cartões.

Agência Estado |

O pedido de informações ao governo sobre o processo licitatório que resultou na escolha da Visanet como operadora dos cartões, porém, já havia sido aprovado pela comissão.

Os senadores Arthur Virgílio (PSDB-AM) e Antonio Carlos Magalhães Júnior (DEM-BA) consideraram, durante a sessão, a abertura de uma CPI no Senado para tentar aprovar a solicitação de informações completas sobre os cartões, negada hoje pela comissão. Na reunião de hoje, a CPMI aprovou 15 requerimentos com pedido de informações não sigilosas dos cartões usados por integrantes do governo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG