CPI marca depoimento de Jobim para quarta que vem

O presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga denúncias de escutas telefônicas ilegais (CPI dos Grampos), deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), informou hoje que marcou para a próxima reunião da comissão, prevista para quarta-feira, às 14h30, o depoimento do ministro da Defesa, Nelson Jobim. O ministro foi convocado para falar de sua afirmação de que a Agência Brasileira de Inteligência (Abin) comprou no exterior equipamentos que permitem a realização de interceptações clandestinas de conversas telefônicas.

Agência Estado |

Ainda não foram marcados os depoimentos de outros dois convocados hoje pela CPI: o diretor da Polícia Federal (PF), Luiz Fernando Corrêa, e o diretor da Abin, Paulo Lacerda, afastado na segunda-feira pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva após a revelação de escuta clandestina contra o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Torres (DEM-GO).

    Leia tudo sobre: abin

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG