CPI dos grampos realizará três audiências nesta semana

BRASÍLIA - A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) das Escutas Telefônicas Clandestinas da Câmara dos Deputados realizará nesta semana três audiências públicas para a tomada de depoimentos. Também serão votados alguns requerimentos apresentados à CPI, com pedidos de informações e convocação de depoentes.

Valor Online com agências |

Nesta terça, às 14h30, a CPI tomará o depoimento do chefe da seção de Operações Especiais da Secretaria de Segurança do Supremo Tribunal Federal (STF), Aílton Carvalho de Queiroz. No depoimento, ele será questionado sobre a varredura feita no STF para verificar a existência ou não de equipamentos de grampo telefônico.

Na quarta-feira, também às 14h30, a CPI se reúne para o depoimento do juiz da Vara Criminal do município de Itaguaí (RJ), Rafael de Oliveira Fonseca. O juiz será questionado sobre o número de autorizações de escuta que concedeu. Só em 2007, ele teria concedido mais de mil autorizações para escutas telefônicas. O deputado Gustavo Fruet (PSDB-PR) disse que é preciso indagar ao juiz os motivos do "grande número de autorizações. Na hora em que se quebra um padrão, é preciso se verificar".

A CPI ouvirá, na quinta-feira, às 10h, o depoimento do diretor da Divisão de Inteligência da Polícia Federal, Daniel Lorenz. Os deputados da comissão devem questioná-lo, entre outras coisas, sobre as maletas utilizadas pela Polícia Federal para realizar grampos telefônicos. 

    Leia tudo sobre: cpi dos grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG