CPI dos Grampos deve ouvir diretor da PF e ex-agente da Abin

BRASÍLIA - A CPI dos Grampos da Câmara dos Deputados aprovou nesta quinta-feira requerimentos de convocação do ex-agente da Agência Brasileira de Inteligência (Abin) Jairo Martins e do diretor de inteligência da Polícia Federal, Daniel Lorenz. O presidente da comissão, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), ainda não marcou a data dos depoimentos.

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Lorenz depôs à CPI dos Grampos no ano passado. Foi ele quem afirmou aos deputados sobre a presença de agentes da Abin no prédio da PF em Brasília. Esse foi ponto de partida para as investigações acerca dos supostos abusos cometidos pelo delegado Protógenes Queiroz durante a condução da Operação Satiagraha, ação que culminou com a prisão do banqueiro Daniel Dantas.

Jairo Martins, por sua vez, deverá falar à CPI sobre o suposto grampo ilegal ao prédio do Supremo Tribunal Federal (STF). É de fundamental importância o depoimento do senhor Jairo Martins de Souza para prestar esclarecimentos sobre notícias veiculadas na imprensa a respeito de supostas interceptações telefônicas ilegais. Ele é um dos alvos da investigação paralela que está sendo feita pelo Gabinete de Segurança Institucional (GSI) no caso do grampo do Supremo Tribunal Federal, explicou o relator da CPI, Nelson Pellegrino (PT-BA), autor do requerimento.

Também foram convocados os diretores da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) para que os mesmos expliquem ao colegiado quais medidas a agência vem tomando para garantir o sigilo das ligações telefônicas no País. 

    Leia tudo sobre: cpi dos grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG