Laudo nega ter partido de aparelhos da Abin grampo ao STF " / Laudo nega ter partido de aparelhos da Abin grampo ao STF " /

CPI dos Grampos afirma que só perícia independente isentará Abin

BRASÍLIA - O presidente da CPI dos Grampos, deputado Marcelo Itagiba (PMDB-RJ), afirmou nesta quinta-feira que esperará o resultado de um relatório encomendado pela Comissão a peritos independentes da cidade de Campinas (SP) antes de tomar alguma atitude sobre as maletas da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). Para Itagiba, o laudo da Polícia Federal nem isenta, nem culpa a Abin. http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2008/09/18/laudo_nega_ter_partido_de_aparelhos_da_abin_grampo_ao_presidente_do_stf_1885998.html target=_topLaudo nega ter partido de aparelhos da Abin grampo ao STF

Carol Pires, Último Segundo/Santafé Idéias |

Acordo Ortográfico

É apenas um laudo da Polícia Federal. Estamos aguardando o laudo do Exército e a lista com os demais equipamentos comprados pela Abin por meio da Comissão de compras das Forças Armadas para mandar tudo para a perícia independente. O laudo da PF nem isenta nem culpa a Abin. É preciso investigar mais e aguardar a auditoria independente, afirmou Itagiba.

O laudo da PF, entregue nesta quinta-feira ao Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, afirma que os equipamentos enviados para exame não são capazes de grampear aparelhos celulares, nem centrais telefônicas digitais, como as do Senado e do Supremo Tribunal Federal (STF).

A conversa entre o presidente do STF, ministro Gilmar Mendes, e o senador Demóstenes Tores (DEM-GO) divulgada pela revista Veja foi efetuada por Demóstenes da central telefônica digital do Senado para o celular pessoal do ministro. Segundo a revista, a Abin teria sido responsável pelo grampo ilegal.

Itagiba marcou para a próxima quarta-feira os depoimentos do ministro-chefe da GSI, general Jorge Félix, e o ex-agente do Serviço Nacional de Informações (SNI), Francisco Ambrósio à CPI dos Grampos. Ambrósio é apontado como o coordenador dos agentes da Abin que trabalharam na Operação Satiagraha, da PF.

Leia também:

Leia mais sobre: CPI dos Grampos

    Leia tudo sobre: cpi dos grampos

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG