CPI do Detran-RS encerra hoje fase de depoimentos

Com reunião marcada para às 18 horas, a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) gaúcho encerra hoje a fase de depoimentos. Foram intimadas a depor Rosana Ferst e Elci Ferst, irmãs do empresário tucano Lair Ferst e sócias em empresas que prestavam serviços ao Detran por meio de uma fundação.

Agência Estado |

A CPI não conseguiu ainda localizar o ex-chefe do escritório do Rio Grande do Sul em Brasília Marcelo Cavalcante, cujo depoimento também está marcado para esta noite. Ele seria intimado a dar esclarecimentos na reunião de hoje sobre carta que recebeu de Ferst na qual o empresário admite irregularidades no Detran.

Cavalcante foi exonerado do cargo junto com outros dois secretários quando o governo entrou em crise após a divulgação de conversa entre o vice-governador Paulo Afonso Feijó (DEM) e o então chefe da Casa Civil, Cezar Busatto (PPS).

Em reunião ontem, o deputado estadual Elvino Bohn Gass (PT) apresentou planilha com lista de empresas que prestavam serviços ao Detran a partir de 2007, o valor recebido por cada uma e rubrica de recursos sob a denominação de "despesas operacionais" que seria a propina paga. A planilha foi apreendida pela Polícia Federal na Operação Rodin, que investigou fraude no Detran gaúcho. "Temos aqui a explicação sobre o recolhimento e a distribuição da propina", disse o deputado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG