CPI da Pedofilia e Polícia Federal realizam operação contra pornografia infantil

SÃO PAULO - A Polícia Federal, em ação conjunta com a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pedofilia, realiza, na manhã desta quarta-feira, em 17 Estados e no Distrito Federal, uma operação para combater a pornografia infantil na internet. No total, foram expedidos 113 mandados de busca e apreensão em residências e empresas envolvidas em denúncias de pedofilia. Ação conta com o apoio de 650 policiais e da Interpol no Brasil.

Redação com Agência Senado |

A operação Carrossel 2 também mobilizou as autoridades policiais de cinco países: Israel, República Checa, Japão, Senegal e Portugal.

Divulgação
As investigações da primeira fase da operação Carrossel identificaram cerca de 200 suspeitos de pedofilia em mais de 70 países. Somente na Holanda foram identificados cerca de 100 pedófilos. Em Israel e na Grécia os investigadores mapearam, respectivamente, 30 e 22 pessoas envolvidas com pornografia infantil.

A Polícia Federal e a Interpol têm mantido contato com as autoridades policiais desses países no sentido de auxiliar na prisão dos criminosos.

Os policiais estão apreendendo computadores, pen drives, cartões de memória, CDs, DVDs e qualquer material que possa direta ou indiretamente estar ligado aos crimes.

De acordo com a assessoria do senador Magno Malta (PR-ES), a troca de informações entre a Polícia Federal e a CPI permitiu que fossem identificados os endereços IP (número de registro de cada computador conectado à Internet) de onde o material pedófilo foi postado e a posterior localização física dos computadores.

As máquinas e demais provas que estão sendo recolhidas pela Polícia Federal serão agora periciadas e, confirmadas as denúncias, os responsáveis serão presos e responderão criminalmente pela exploração sexual de crianças e adolescentes. A legislação brasileira prevê pena de até seis anos de prisão e multa para esse tipo de delito.

Leia mais sobre: pedofilia


    Leia tudo sobre: pedofiliapolícia federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG