inoportuna pode prejudicar Petrobras, diz ANP - Brasil - iG" /

CPI inoportuna pode prejudicar Petrobras, diz ANP

O diretor-presidente da Agência Nacional do Petróleo (ANP), Haroldo Lima, disse hoje que a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras pode prejudicar a estatal no momento em que a empresa está precisando fazer uma grande captação de recursos para desenvolver a exploração da camada do pré-sal. A CPI é inoportuna e pode prejudicar não só a Petrobras, mas nossos grandes planos para o futuro, afirmou Lima, depois de participar de seminário na Câmara, que terminou há pouco, e que discutiu o marco regulatório de exploração do petróleo no pré-sal.

Agência Estado |

Segundo Lima, o Brasil, hoje, é "um grande achado" aos olhos dos estrangeiros, no setor de petróleo e gás, por causa das novas descobertas de grandes reservas de petróleo, e a realização da CPI acaba criando uma imagem negativa da Petrobras para o investidor estrangeiro. Haroldo Lima disse que a ANP não teme investigação, porque já é permanentemente investigada por órgãos de controle do governo, como a Controladoria Geral da União CGU).

Segundo ele, a distribuição de royalties de petróleo tem uma legislação precisa e rigorosa, o que dificulta o aparecimento de irregularidades. "Temos que discutir política para o pré-sal brasileiro. Porque são bilhões de reais em jogo", afirmou. Ele lembrou que foi parlamentar por mais de 20 anos e que gostava de CPI. Mas disse que sempre foi contra dar às CPIs um espírito policialesco. "Delegacia de polícia é lá fora. Nós não somos delegados de polícia", afirmou.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG