Coruja tem asa decepada por cerol em Minas Gerais

Ave foi localizada às margens de uma linha de trem em Contagem

iG São Paulo |

AE
Coruja-orelhuda vítima de linha de pipa com cerol

Uma coruja-orelhuda foi recolhida nesta segunda-feira por agentes do Ibama e levada para uma clínica veterinária de Contagem, na Grande Belo Horizonte (MG), com uma asa decepada por linha de cerol. A ave foi localizada na noite de domingo (18) por policiais do Corpo de Bombeiros de Sabará, às margens de uma linha de trem no Bairro Capitão Eduardo.

Só neste ano, a clínica, que mantém convênio com a Polícia Militar de Meio Ambiente, recebeu pelo menos dez aves mutiladas por linhas de cerol, mais da metade neste mês. Em 12 anos de parceria com a corporação, foram mais de cem aves atendidas também com ferimentos provocados por cerol.

Segundo o veterinário Fernando Pinto Pinheiro, o animal foi sedado e teve o sangue estancado. Em seguida, foi feito um curativo. Impossibilitada de voltar a viver em seu habitat, a coruja será agora usada em palestras educativas em escolas públicas e particulares.

* Com Agência Estado

    Leia tudo sobre: corujacerolminas geraisbelo horizonte

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG