Um juiz de Malavi rechaçou a tentativa de Madonna de adotar mais uma criança do país, informou hoje Alan Chinula, advogado da cantora. Chinula se recusou a entrar em detalhes, limitando-se a dizer que Madonna já foi informada da decisão.

A artista está no Malavi, mas não compareceu hoje ao tribunal onde ocorreu a audiência. Ainda há a possibilidade de Madonna recorrer à Suprema Corte do país. "Estou à espera de instruções", disse Chinula.

Fontes ouvidas pela Associated Press disseram que o pedido foi rejeitado por causa das regras de adoção. No Malavi, pais estrangeiros que queiram adotar uma criança precisam residir no país por pelo menos um ano e meio.

Em 2006, quando Madonna adotou o pequeno David Banda, a exigência de residência no país por 18 meses foi excepcionalmente suspensa. Na época, Madonna viajou com David para Londres antes do término do processo de adoção. Em Nova York, um porta-voz de Madonna não divulgou nenhum comentário.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.