Corrente quer diminuir representação paulista no PT

A maior corrente do PT, Construindo um Novo Brasil (CNB), vai apresentar uma proposta de mudança no estatuto interno do partido para aumentar a participação dos Estados no diretório nacional e, consequentemente, reduzir a predominância paulista na direção petista.

Ricardo Galhardo, enviado a Brasília |

O projeto, cujo autor é o coordenador-geral do CNB, Francisco Rocha, o Rochinha, prevê que cada Estado indique um integrante para o diretório, composto de 81 nomes (além do presidente e dos líderes na Câmara e no Senado). "A partir disso se distribuiem os cargos restantes conforme a proporcionalidade de cada corrente", disse Rochinha.

Segundo ele, a predominância paulista na direção partidária é natural já que o Estado tem cerca de 300 mil filiados, quase um terço do total. "Um Estado que tem quese 300 mil filiados vai ter sempre mais representantação. O que precisamos é de aumentar o número de filiados em uns 10 Estados como Minas Gerais, Pernambuco etc", disse ele.

    Leia tudo sobre: congresso do ptpt

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG