RIO DE JANEIRO ¿ O jovem de 22 anos baleado na Avenida Brasil, zona oeste do Rio, corre risco de morte, informou nesta terça-feira a Secretaria Estadual de Saúde. Vinicius de Almeida foi baleado no abdômen durante uma tentativa de assalto na via, quando passava pelo bairro de Campo Grande, na zona oeste. O estado de saúde dele é considerado gravíssimo.


Segundo a secretaria, ele passou por uma cirurgia no abdômen e permanece internado no Centro de Tratamento Intensivo do Hospital Rocha Faria, em Campo Grande, na zona oeste. Informações repassadas pelo Batalhão de Policiamento em Vias Especiais indicam que ele sofreu uma tentativa de assalto quando seguia para São Paulo, onde visitaria os pais.

A perícia constatou uma perfuração de bala no banco de trás do carro que dirigia - um Pólo DQG-3429, com placa de São Vicente - mas, durante a cirurgia a que foi submetido, não foi encontrada a bala que o atingiu.

Vinícius, que também teve um traumatismo craniano em decorrência do acidente, seria transferido para o Hospital do Andaraí, na zona norte, onde faria uma tomografia. No entanto, por causa de seu estado de saúde, a secretaria decidiu mantê-lo no Rocha Faria.

Vítima de bandidos

Vinícius foi abordado por dois homens armados, por volta das 7h desta segunda-feira. Eles teriam exigido o veículo e pertences pessoais da vítima, que foi baleada, perdeu o controle do carro e bateu em um ônibus.

A polícia ainda não sabe em que circunstâncias a vítima foi atingida ou se houve reação à abordagem criminosa. A 35ª DP (Campo Grande) investiga o caso.

Leia mais sobre: violência no Rio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.