Corpos resgatados do Atlântico chegam a Fernando de Noronha

FERNANDO DE NORONHA (Reuters) - Os primeiros oito corpos resgatados pelas equipes de busca da Marinha e da Aeronáutica após a queda do avião da Air France no oceano Atlântico foram levados nesta segunda-feira a Fernando de Noronha por dois helicópteros da FAB. Os corpos estavam a bordo da fragata da Marinha Constituição, que os recolheu do mar no fim de semana junto com um navio francês. A fragata aproximou-se de Fernando de Noronha para que os helicópteros da Força Aérea Brasileira pudessem levar os corpos até a ilha.

Reuters |

Até segunda-feira as equipes da FAB e da Marinha, com auxílio da França, já tinham resgatado 24 corpos das vítimas do voo AF 447, que caiu no domingo quando fazia a rota Rio de Janeiro-Paris com 228 pessoas a bordo.

Os outros corpos estão a bordo da fragata Bosísio, da Marinha, e também serão transportados posteriormente para Noronha com ajuda dos helicópteros.

Desde Fernando de Noronha, onde os peritos farão uma triagem inicial, os corpos seguem de avião para Recife, onde serão identificados pelo Instituto Médico Legal da capital pernambucana.

A operação de buscas conta com 14 aeronaves, sendo 12 da Força Aérea Brasileira (FAB) e duas da França. O navio-patrulha Guaíba está substituindo o Grajaú, que retorna para Natal. Por mar, a operação conta com cinco navios da Marinha brasileira e uma fragata da Marinha da França.

Na quinta-feira chegará ao local um submarino nuclear da França equipado com sonares para ajudar nas buscas pelas caixas-pretas do avião, de acordo com a Marinha brasileira.

O voo AF 447 levava 216 passageiros de 32 nacionalidades, sendo 61 franceses e 58 brasileiros. Também estavam a bordo 12 tripulantes, um deles brasileiro.

(Reportagem de Bruno Domingos; Edição de Pedro Fonseca e Maria Pia Palermo)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG